A definição do corpus é um dos grandes problemas de quem faz pesquisa. Depois de escolher o tema, o objeto empírico, formular uma questão e estabelecer os objetivos, estamos diante da pergunta: “de quantas unidades preciso para …?”.

É neste momento que nos perguntamos: quantas pessoas preciso entrevistar, quantos questionários devo aplicar, quantas edições de um jornal devo analisar? Também nos perguntamos como selecionar estas unidades de análise e qual o recorte temporal do corpus.

Não há regras definidas. Tudo depende da questão de pesquisa, da natureza do objeto e dos objetivos que você pretende alcançar. Conversar com o orientador é fundamental para chegar a uma boa definição do corpus.

No PowerPoint a seguir, você encontra algumas dicas básicas sobre os tipos de seleção das unidades e sobre as características de um bom corpus.